Quando (e atualização das cartas)

O quando costuma causar dúvidas porque as pessoas interpretam a frase com o sentido de se em vez de no momento de. Em geral quando você se pega usando como se, aquilo na verdade é uma pré-condição.

Por exemplo,  “Quando a pessoa for pessoa física”.  A pessoa não está se tornando física no momento de disparo (“Quando/no momento da pessoa ser física”), ela já era física desde o início. E a gente não quer verificar se a pessoa é física, e sim verificar alguma rotina que envolva a validação do tipo de pessoa. Ou seja, algo como:

Dado uma pessoa física
Quando o tipo de pessoa for validado  ou  Quando a pessoa for salva
Então…. etc, etc.

Pensando nisso, revisei as cartas que falavam em dia e noite para ficarem com o texto “Quando chegar o dia” e “Quando chegar a noite”, para que fique claro que a ação está ocorrendo naquele momento.

Anúncios

Uma consideração sobre “Quando (e atualização das cartas)”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s