Dicas para Example Mapping

Resumo do post do Steve Tooke com dicas para sua primeira sessão de Example Mapping:
1. Escolha uma história qualquer para começar, de preferência não uma história técnica. Não tente fazer muito de primeira.
2. Estabeleça um limite de tempo e no final veja se a equipe acha que a história está pronta para desenvolver. Se não estiver, marque outra sessão quando as dúvidas forem resolvidas. 25 minutos é o tempo sugerido.
3. Não convide gente demais. Ele sugere 3-5 pessoas que representem negócio, teste e desenvolvimento.
4. Tenha alguém no papel de facilitador, criando os post-its de perguntas e de novas histórias até o time se acostumar a fazer isso naturalmente, para que a conversa não tranque em detalhes.
5. Não use sintaxe Gherkin nos exemplos nesse momento.
6. Posteriormente, a pessoa (ou melhor ainda, o par) que tinha menos conhecimento do negócio escreve os cenários em Gherkin e compartilham de volta, para validar o entendimento.
7. Faça uma mini-retrospectiva no final para refinar a técnica.
Dica bônus dos comentários do post: Evite detalhes de implementação.

Anúncios

Relato de uso do BDD Warriors

Relato muito bacana do uso do BDD Warriors em uma empresa, com boas dicas sobre BDD e sobre a aplicação do jogo. Mil agradecimentos à Karoline Leite e sua equipe!

https://diariodebordo.creditas.com.br/bdd-warriors-na-creditas/

BDD Warriors no modo hard

Grupo de jogo com outra mesa de jogo e janela ao fundo
BDD Warriors na sala de aula

Quinta-feira durante uma partida de BDD Warriors na FACIN, o Jorge Audy comentou que ele prefere a variante em que cada jogador completa os espaços da sua carta no momento em que a joga. Esse é o modo difícil, pois exige que as pessoas tenham boa memória para lembrar o que foi dito em cada carta.

No entanto, pensando um pouco melhor, isso pode ser um anti-pattern de BDD. Uma das dicas para escrita de cenários é iniciar pelo Então e trabalhar de baixo para cima. Ou seja, é preciso saber onde se quer chegar. E realmente percebe-se durante o jogo que as pessoas quando vão completar um cenário começam confiantes e quando chegam no Então não sabem como concluir.

Então duas sugestões para o facilitador do jogo na hora de explicar as regras seriam: completar os espaços somente no momento de terminar o cenário, jogando as cartas em qualquer ordem, ou completar conforme se vai montando, porém obrigando a jogar as cartas na ordem Então-Quando-Dado.

Grupo jogando com o professor e outra mesa de jogo ao fundo
Complementação do trabalho de Especificação por Exemplo.

Apresentação no CukeUp Austrália

O BDD Warriors foi apresentado em duas sessões no CukeUp!AU, em Sydney, nos dias 17 e 18 juntamente com uma palestra sobre uso de jogos no ambiente de trabalho. O feedback foi bem legal, de pessoas que acharam o jogo uma forma interessante de introduzir BDD, e bastante gente ficou feliz de poder levar um kit de jogo para casa.

O CukeUp é uma conferência centrada, porém não limitada, a BDD. Além de dicas de Gherkin e BDD associado a DevOps, também houve sessões sobre liderança, retrospectivas, MVP e integração de times distribuídos, entre outras.

Slides da apresentação

c119_n

c1_n

c40_n

c040_n

c85_n

c84_n

c9_n

c6_n

c69_n

c54_n

c5_n

c0_n