Playteste de variação de regras

Uma sugestão feita no AgileBrazil para o BDD Warriors foi permitir usar a cláusula E no momento em que um cenário está sendo completado, então resolvemos fazer um teste dessa variação.

Conclusão: é um recurso interessante e pode-se fazer um paralelo com o trabalho se os cenários estiverem confusos e difíceis de sair. Não aconteceu muito nessa partida – talvez porque também jogamos os Es do modo normal durante o jogo.

Quatro jogadores com tabuleiro e cartas sobre a mesa

Cartas formando cenário

Dado uma policial veterana
E que tem comida pronta em casa
Quando ela estiver com fome
Então deve colocar a comida pra dentro da barriga
E deve lavar a louça

Cartas formando cenário

Dado uma alienígena
E está chovendo
Quando atacar a Terra
Então ela não deve aterrissar

 

 

Anúncios

Contexto e as regras da casa

Esse post é trazido até você por Alice, Bob e o Chapeleiro Maluco.

Mostrando o jogo para outras pessoas acabei formulando uma “regra da casa”[1] em relação ao contexto do cenário.

Contexto em BDD são aquelas pré-condições comuns a todos os cenários de uma funcionalidade.

O BDD Warriors não usa esse conceito explicitamente na sua mecânica[2], porém pode-se pensar que o mundo fictício implícito no cenário funciona como contexto. Ou seja, se o cenário é sobre uma espaçonave, você pode convencer os outros jogadores que ela já vem com alienígenas, mas “aranhas” provavelmente não vai colar[3]. Ou você pode tentar que os personagens das cartas não sejam pessoas genéricas.

[1]  Regra da casa é quando você muda as regras de um jogo no conforto da sua casa porque quem inventou não está ali para dizer que não pode.

[2] Hmmm… anotar ideia para expansão.

[3] Exemplo real. O cenário foi reformulado para conter “aranhas alienígenas”